Quinta da Regaleira

Morada:
Quinta da Regaleira
2710-567 Sintra
Contacto:
219 106 650
6,00€ (Ver descontos)
Horário: 10h00 - 20h00 (Abril a Setembro)
Transportes:
Metro / Comboio
COMBOIO: Sintra

Quinta da RegaleiraA Quinta da Regaleira é um dos mais surpreendentes monumentos da serra de Sintra e está localizado no limite do centro histórico daquela vila. Construído entre 1904 e 1910, numa propriedade adquirida à Baronesa da Regaleira, Dr. António Augusto Carvalho Monteiro conhecido também como o Monteiro dos Milhões, nasceu no Rio de Janeiro em 1848, filho de pais portugueses, viveu desde cedo em Portugal. Cumpriu com a Quinta da Regaleira o desejo de construir um espaço grandioso que contivesse todos os símbolos dos seus interesses e ideologias, como a arte gótica e temas esotéricos relacionados com a Alquimia, Maçonaria, Templários e Rosa-Cruz.

Quinta da RegaleiraA predominância do estilo manuelino e da sua clara evocação aos descobrimentos foi uma escolha de Carvalho Monteiro com o objectivo de integrar o glorioso passado de Portugal. A Quinta integra um magnífico jardim, constituído por árvores exóticas e vegetação abundante com percursos de características marcadamente cenográficas que dão a ideia de uma viagem iniciática, isto é, da passagem a uma outra dimensão. Para além do jardim, o patamar dos Deuses, o poço iniciático, a capela da Santíssima Trindade, a gruta de Leda, a Torre e finalmente o Palácio dos Milhões são os ex-libris do local. O patamar dos Deuses é um terraço onde estão presentes 12 estátuas alinhadas de figuras da mitologia greco-romana, podendo ser interpretadas como as 12 hierarquias criadoras.

Quinta da RegaleiraO poço iniciático é um outro local emblemático da Quinta da Regaleira. Trata-se de uma galeria subterrânea em espiral com 27 metros de profundidade, compondo nove círculos que representam os nove círculos do inferno, as nove secções do Purgatório e os nove céus do Paraíso, segundo a Divina Comédia de Dante. No fundo está gravada uma figura que resulta da sobreposição de uma estrela de oito pontas, uma cruz templária, o símbolo heráldico de Carvalho Monteiro, símbolo da harmonia e também da cavalaria espiritual da Maçonaria escocesa. O culto da Imaculada Conceição, presente em diversas partes da Quinta, está sobretudo evidenciado na capela da Santíssima Trindade, que no seu interior contém uma pintura da coroação de Maria por Cristo e ainda o olho de Deus sobreposto à cruz templária, um símbolo maçónico.

Quinta da RegaleiraO Palácio é o edifício principal da Quinta e é marcado pelo seu estilo próprio, um cruzamento da arquitectura manuelina, renascentista, gótica e romântica. No interior, apesar de não existir muito mobiliário, destacam-se os tectos em madeira e as paredes pintadas ou esculpidas e ainda uma exposição dedicada ao arquitecto Luigi Manini, responsável pelo projecto com as devidas orientações de Carvalho Monteiro. Em particular na sala dos Reis (ou do Bilhar) é possível admirar uma colecção de representações de alguns monarcas portugueses. No inverno o horário de encerramento é 1 ou 2 horas mais cedo.